Pertencer

Pertencer…

Ainda em Faxinal do Céu, após ter participado de algumas programações com o restante do pessoal, saí do meio da multidão que iria participar de um festival de piadas, para ter um tempo a sós com Deus. Ao seguir pra minha casinha amarela, fui caminhando por entre as pequeninas ruas que acompanhavam a seqüência das casas e pedi a Deus que guardasse e cuidasse de cada família que veio passar este período de carnaval conosco aqui nesse vilarejo. Estava indo para a pequena casa amarela para buscar um livro do Brennan Manning que a Tia Débora queria ler. Por um momento olhei para minha camisa e notei junto com o crachá as chaves da casinha amarela que estavam no cordão, penduradas no pescoço, e o crachá da livraria da igreja que também estava pendurado em mim; todos os que estão aqui devem usar seus crachás de identificação.

Estive pensando em como o Deus Altíssimo marca aqueles que são seus, dando-lhes uma nova identidade, uma marca muito mais preciosa, e dando-nos autoridade para governarmos e vivermos junto com Ele por toda a eternidade. Ao recebemos a Jesus como nosso Senhor e Salvador, Deus nos vê prontos, puros, e santificados através do perfeito sacrifício de Jesus, temos a marca, o selo do Espírito em nós, para que todos saibam quem somos e a Quem pertencemos. Somos propriedade peculiar de Cristo, o mais alto preço foi pago na cruz do Calvário, Jesus pagou este alto preço para levar-nos de volta para casa.

Ao carregar o meu cartão de identificação e as chaves da casinha amarela onde estou, posso circular com liberdade por esta cidadezinha e lembrar quem sou, de onde eu vim, e para onde eu vou… posso andar livremente por essas ruas pequeninas, nas praçinhas e entre as demais casinhas coloridas de Faxinal do Céu sabendo que quando enfim chegar o grande dia de voltar para a casa do Pai, poderemos viver livres, sem chaves ou crachás… pois no verdadeiro Céu [o lugar mais seguro], todos sabem quem somos, e este santo lugar, não é somente onde eu quero estar, mas é o lugar onde já sabem quem eu sou, o lugar o qual eu pertenço.

-Junior.Monteiro

Anúncios